COLEÇÕES ORNITOLÓGICAS

 

Links to museum research collections of birds

 

 

Coleções Ornitológicas Brasileiras

 

 

A presente seção é resultante do trabalho inicialmente intitulado "Coleções Ornitológicas Brasileiras: guia de acesso e consulta", elaborado por Fernando Costa Straube e Luiz Fernando de Andrade Figueiredo. Recebeu posteriormente diversos acréscimos e alterações. No trabalho original, Fernando Costa Straube consultou diversas das coleções aqui apresentadas, com o objetivo de saber sobre as condições de visitação, o que está informado junto a muitas delas. Também foram muito importantes para aquela compilação inicial as contribuições recebidas das seguintes pessoas: Edson Ribeiro Luiz, Marcelo Vasconcelos, Carlos Eduardo Zimmermann, Luis Coltro-Jr., Marcos Pérsio Dantas, José Eduardo Simon e Juliana S. Corrêa, entre outros.

De uma forma geral, não há restrições para a consulta de coleções ornitológicas brasileiras, tenham elas custódia de órgãos públicos ou de particulares. É desejável que a solicitação de visita seja feita previamente (por carta, e-mail ou telefone), com pelo menos 15 dias de antecedência, ao responsável direto pela coleção, contendo breve justificativa e objetivo da consulta. Cópia dos documentos produzidos, quando dependentes in totum ou em parte dos espécimes, são também apreciáveis e fazem parte das boas maneiras do consulente.

Amazonas

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia/INPA: coleções zoológicas. Ministério da Ciência e Tecnologia, Manaus/AM. Contato: Mario Cohn-Haft, curador interino, coleção ornitológica; tel (92) 6433340.

Para consultar a coleção, basta se apresentar na curadoria de aves, no prédio novo das coleções zoológicas do INPA. O aviso antecipado de uma visita evitará desencontros, uma vez que é necessária a presença de responsável (curador ou gerente) pelo acervo para abrir a colecao. Consultas por e-mail sobre o conteúdo da coleção serão bem-vindas, mas por enquanto a listagem não está disponível em forma eletrônica. Pedidos de informações ou para marcar visitas devem incluir uma breve descrição do motivo/projeto. Além disto, pedidos de empréstimo de material devem especificar uma instituição onde ficará abrigado o material emprestado e o nome e assinatura (na versão impressa, que poderá ser entregue na hora do empréstimo) do curador responsavel por receber este material.

A coleção esta aberta ao público. Não é necessário ser pesquisador nem ornitólogo, e grupos escolares são bem-vindos. Basta se apresentar com algum motivo razoável, preferivelmente após aviso prévio. A primeira visita será acompanhada e orientada pelo curador ou gerente. Não estamos enviando material pelo correio. Empréstimos serão feitos somente direto com o portador (em mãos). Pedidos quaisquer devem ser feitos por e-mail ou telefone.

Bahia

Coleção Ornitológica/CETREL, Camaçari/BA. 

Curador: Pedro Cerqueira Lima.

Não existe nenhuma restrição à nossa coleção. Basta que você mantenha contato informando a data que pretende realizar a visita. Como o pessoal técnico realiza muitas viagens pela Bahia fazendo pesquisa, é necessário avisar com antecedência para que possam receber os visitantes.

Distrito Federal

Universidade de Brasília: Coleção Ornitológica Marcelo Bagno. Departamento de Zoologia. Brasília/DF. Contato: Miguel Ângelo Marini.

Em torno de 2000 exemplares, principalmente do Distrito Federal e região de cerrado. Além de solicitar com pelo menos uma semana de antecedência, é necessário informar, em linhas gerais, o objetivo da consulta. Uma frase descrevendo o objetivo e as espécies de interesse já basta. Não há nenhuma restrição ou ressalva para a consulta.

Espírito Santo

Museu de Biologia Prof. Mello Leitão: coleção zoológica. Vinculado ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) do Ministério da Cultura. Av. José Ruschi 4, Santa Tereza, ES. Tel (27) 3259-1182. Contato: Hélio de Queiroz B. Fernandes, diretor. 

Para a consulta da coleção, o MBML pede uma solicitação com 15 dias de antecedência, por meio de um ofício ou e-mail ao Diretor, contendo os táxons a serem consultados pelo pesquisador solicitante. Diante disso, o museu, com base na sua agenda de visitação, informará ao pesquisador sobre as datas disponíveis e táxons existentes na coleção para sua consulta. O empréstimo de material fica condicionado à solicitação por parte da instituição da qual o pesquisador pertence, não sendo, portanto, autorizado a pesquisadores independentes (pessoa física). A primeira ressalva refere-se à indisponibilidade do material que esteja em estudo por algum pesquisador devidamente autorizado pelo MBML. A outra refere-se ao horário da consulta, limitada ao horário de funcionamento do museu (8:00 - 17:00h). 

Goiânia

Fundação Museu de Ornitologia de Goiânia.

Minas Gerais

Museu de Zoologia: coleção ornitológica. Universidade Federal de Minas Gerais/UFMG, Belo Horizonte/MG. Contato: Marcos Rodrigues.

É necessário enviar um e-mail de solicitação ou realizar um contato telefônico para agendar a visita. Como não há técnicos para acompanhar os visitantes, é possível que o tempo de antecedência de 15 dias seja pouco, tendo-se em vista as inúmeras atividades (inclusive viagens de campo) do responsável. Não há qualquer restrição para a consulta, mas será preciso o envio de uma justificativa (por fax ou e-mail) informando as finalidades da consulta, para registro junto ao Departamento.

Museu de Zoologia João Moojen de Oliveira. Universidade Federal de Viçosa. Campus. Casa nº 32, Vila Giannetti, Viçosa, MG. CEP: 36571-000. De segunda a sexta-feira de 8 às 17 horas. Tem uma área de exposição. Para visitas à coleção interna contatar a curadoria (31)3899-2586. A coleção ainda não dispõe de um curador específico. O Museu tem como curador geral o Prof. Renato Neves Feio.

Possui um acervo de 1386 espécimes de aves. A maior parte destes foram coletados na década de 1930 por João Moojen na região de Viçosa, na Zona da Mata Mineira. Muitas das espécies já estão extintas na região, como Biatas nigropectus. Outro coletor foi Theodoro de Mattos.

Pará

Museu Paraense Emílio Goeldi: coleção ornitológica, Universidade Federal do Pará/UFPA, Belém/PA. Contato: Maria Luiza Videira Marceliano, curadora.

Para a consulta à coleção do MPEG é necessária uma solicitação formal à curadora, enfatizando o objetivo da consulta, um resumo sucinto do trabalho a ser realizado, o período da consulta e o material a ser analisado. No caso de estudante, a solicitação deve ser feita por intermédio do orientador, acompanhando um resumo do projeto de estudo.

Paraná

Museu de História Natural Capão da Imbuia: coleção ornitológica. Departamento de Zoológico, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Prefeitura Municipal de Curitiba, Curitiba/PR. Contato: Pedro Scherer-Neto.

Para acessar a coleção de aves do Museu de História Natural Capão da Imbuia é preciso um ofício ao curador solicitando permissão para consulta, de preferência contendo data aproximada desta e o motivo. É necessário um documento completo, com local, data, nome do curador, instituição etc., para facilitar futuros contatos. O pedido será analisado e comunicada a decisão ao interessado. Restrições ou ressalvas ficam a cargo do curador da coleção ou administração do museu. Além de solicitar com pelo menos uma semana de antecedência, é necessário informar, em linhas gerais, o objetivo da consulta. Uma frase descrevendo o objetivo e as espécies de interesse já basta. A princípio, não há nenhuma restrição ou ressalva para a consulta.

Rio de Janeiro

Museu Nacional: setor de Ornitologia. Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ, Rio de Janeiro/RJ. Contato: Dante L. M. Teixeira e Jorge B. Nacinovic (tel. 21-5678676 ou 21-5697679, ramal 251).

Não existe nenhuma condição prévia para a consulta das coleções ornitológicas do Museu Nacional-UFRJ. Para facilitar os trabalhos de todas as partes envolvidas, solicita-se apenas que os interessados comuniquem a data de chegada com certa antecedência, detalhe frequentemente desprezado. Há alguns procedimentos próprios (permanentes ou temporários) passíveis de serem entendidos como "restrições' conforme o ponto de vista. Recentemente, por exemplo, as instâncias superiores do MN decidiram que consultas envolvendo atividades com fins lucrativos estariam sujeitas a cobrança, tendo de ser negociadas entre os postulantes e a instituição. Encontram-se incluídos nesse caso a elaboração de pinturas ou fotografias para publicações de cunho comercial, consultas ligadas a relatórios ambientais e outros projetos remunerados, etc.

Museu de Zoologia/coleção ornitológica. Instituto de Biologia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Data do início do século XX, tendo a maior parte do acervo (433 peças) em exposição. Passa por um processo de reorganização e já foi produzido um banco de dados digitalizado, que estará disponível na internet.

Coleção Ornitológica IB/UFRRJ. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - Instituto de Biologia. BR 465 km 7, Seropédica, RJ. CEP 23890-000. Curadores voluntários: Augusto Piratelli (coleção didática) e Ildemar Ferreira (coleção científica). Contato: Juliana S. Corrêa - (21)2682-1210 R. 576 ou jsilveira@ufrrj.br. A coleção está aberta à visitação, sendo necessário apenas um agendamento prévio (10 a 15 dias de antecedência), pois as visitas são acompanhadas por membros do Laboratório de Ornitologia. Uma solicitação formal por escrito para as consultas à coleção científica com os objetivos e as espécies de interesse é aconselhável. 

Rio Grande do Sul

Museu de Ciências Naturais: coleção ornitológica. Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul/FZB. Porto Alegre/RS.

Curador: Glayson Ariel Bencke.

Não há nenhuma ressalva ou restrição para as consultas ao acervo. É necessária uma solicitação por escrito, encaminhada ao curador da coleção, discriminando o material que deseja examinar (grupos, espécies, etc) e o objetivo da consulta.

Museu de Ciências Naturais: coleção ornitológica. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul/PUCRS, Porto Alegre/RS. Contato: Carla Suertegaray Fontana.

Para fins científicos, basta agendar uma data por telefone, e-mail ou carta. Não são necessários muitos dias de antecedência, mas a consulta depende da disponibilidade de pessoal no Laboratório. Não há restrição quanto à consulta, mas gostaríamos de receber uma cópia do trabalho, relatório, etc. com a citação do(s) espécime(s) utilizados.

Museu Regional do Alto Uruguai e das Missões, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim/RS. Contato: Elisabete Maria Zanin, coordenadora, Rozane Maria Restello, coordenadora da área de Zoologia; tel (54) 590 9000.

É necessário notificar a data da visita, para agendá-la junto à responsável direta pela área zoológica pretendida. Não há ressalva ou restrição alguma para a consulta, mas convém informar que a coleção é pequena e didática, não contendo acervo científico propriamente dito.

Laboratório de Elasmobrânquios e Aves Marinhas: coleção de aves. Departamento de Oceanografia, Fundação Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande/RS. Contato: Carolus Vooren, curador; tel (53) 2336514.

A coleção pode ser consultada mediante simples correspondencia dirigida ao curador diretamente por e-mail ou no endereç postal do Laboratório: Caixa Postal 474 - Rio Grande - RS. CEP 96201-900.

Museu Zoobotânico Augusto Ruschi: coleção ornitológica. Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo/RS. Contato: Flávia Biondo da Silva (coordenadora); Nêmora Pauletti Prestes (pesquisadora responsável).

O acervo, ainda em fase de estruturação e ampliação, encontra-se à disposição para a consulta por parte dos interessados, sendo necessário apenas um aviso prévio para agendar as visitas.

Museu de História Natural Carlos Ritter: a coleção ornitológica é a segunda mais numerosa. Há em torno de 550 espécimes. Rua Marechal Deodoro, 823, Pelotas. Tel. (53) 222-0880.

Santa Catarina

Museu Oceanográfico do Vale do Itajaí: coleção ornitológica. Universidade do Vale do Itajaí/UNIVALI, Itajaí/SC. 

Diretor: Jules Soto.

Curador: Michael Maia Mincarone.

As pessoas interessadas em consultar a coleção deverão expressar seus objetivos e qual o material a ser analisado com uma certa antecedência (15 dias) para que possamos preparar o material e viabilizar a melhor data possível, de acordo com a disponibilidade de tempo dos curadores. A princípio, a coleção está aberta a todos que queiram realizar suas pesquisas. Há restrições somente quando o material de interesse está sendo utilizado em algum outro estudo desenvolvido no próprio museu.

Coleção zoológica/FURB. Fundação Universidade Regional de Blumenau/FURB, Blumenau/SC. Contato: Sérgio Althoff.

Não há qualquer impedimento para consultar o acervo. Basta enviar um pedido formal, por escrito, para o responsável, com uma semana de antecedência. Esse documento serve para controle interno e organização das visitas.

Museu de Zoologia - Coleção de Aves - Universidade Estadual de Londrina - Londrina - PR. Curador: Oscar Akio Shibatta - shibatta@uel.br

São Paulo

Museu de Zoologia da USP: coleção ornitológica. Universidade de São Paulo/USP, São Paulo/SP. Contato: Luis Fábio Silveira.

Para consultar a coleção é necessário um aviso, com no máximo dois dias de antecedência, preferencialmente por e-mail. É desejável que o interessado informe com antecedência sobre o que ele quer examinar, o que não implica que seja só o material listado. Se ele quiser ver mais coisas, a coleção está aberta (vide Ararajuba 9(1):73)

Museu de Zoologia "Prof. Adão José Cardoso" - UNICAMP : coleção de aves. Curador: Dr. Wesley Rodrigues Silva - wesley@unicamp.br  

Museu de História Natural de Taubaté: coleção ornitológica. Fundação de Apoio a Ciência e Natureza/FUNAT, Taubaté/SP. Contato: Herculano Alvarenga.

A coleção de aves, provisoriamente instalada até o ano de 2002 quando terá prédio próprio, conta com aproximadamente 2000 esqueletos e 3500 peles, além de fósseis e réplicas. Sempre esteve às ordens para ser consultada. Nenhuma restrição para ser consultada, embora ainda não exista um regulamento para tal (Regulamento interno do MHNT, ainda a ser elaborado). O material hoje está numa dependência de minha casa (espaço suficiente), em vários armários, toda organizada, catalogada e numerada. Assim que tiver uma previsão melhor, pretendo publicar a existência da coleção, com seus regulamentos para ser consultada. Já recebi e continuo recebendo colegas para consultas.

Museu de História Natural "Professor Antonio Pergola"

Parque Edmundo Zanoni. Av. Horácio Netto, 1030. Atibaia, SP. 112940-000. 

Trata-se de coleção particular constituída por Antonio Pergola, atualmente sob a guarda de seu filho. Parte da coleção está exposta no Parque Edmundo Zanoni, em espaço cedido para este fim pela Secretaria de Educação e Cultura da Prefeitura da Estância de Atibaia, e outra parte encontra-se sob a guarda de seu proprietário. Um bom número de espécimes foi coletado por Ollala. O acervo tem em torno de 5000 peles, em sua grande maioria de aves brasileiras, procedentes de São Paulo, “Goiás”, Ilha do Marajó e outras localidades. A maior parte são de passeriformes. A coleção encontra-se em fase de revisão das identificações e catalogação.

A visitação à coleção exposta é de terça-feira a domingo e feriados, das 8:30 às 17:30 h. Conta com monitores. A visitação à coleção não exposta pode ser feita mediante contato prévio com o responsável. Contato: Ricardo Finco Pergola. (11) 4412-7186.

Instituto Adolfo Lutz – Coleção Zoológica de Referência da Seção de Vírus Transmitidos por Artrópodos.  Av. Dr. Arnaldo. São Paulo, SP. Criada em 1965, com objetivo de complementar o serviço de campo de vigilância epidemiológica de arbovírus. Dispõe de espécimes de aves e pequenos mamíferos, principalmente do Estado de São Paulo. Atualmente a coleção inclui cerca de 800 peles de aves, correspondendo a 80% da avifauna do Estado de São Paulo. A coleção conta também com dados referentes a cerca de 100.000 capturas e anilhamento de aves.

Curador: Luiz Eloy Pereira - lupereira@ial.sp.gov.br - +55 11 3068-2901.

Tocantins

Museu de Zoologia José Hidasi. Fundação Universidade do Tocantins - UNITINS. Conta com aproximadamente 4000 peles de aves. O Museu encontra-se em fase de informatização do acervo. 

Av. Presidente Kennedy, 1055, Porto Nacional, Centro, TO. CEP: 77.500-000 museuzoologia@unitins.br Fone fax (63) 3363-1505. Coordenador: Advaldo Dias do Prado.