Papagaio-de-cara-rocha

Amazona brasiliensis 

Red-tailed Parrot 

 

Ameaçada de extinção (SP)

 

Atualização 18/1/2009

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Desenho: Rolf Grantsau

 

 

 

 

Distribuição Geral

 

Endêmica do Brasil. Originalmente de SP ao RS. Hoje restrito ao sudeste do litoral paulista e PR. (Sick 1997)

 

Populações

 

Na Estação Ecológica da Juréia aproximadamente 40 indivíduos são residentes nos mangues e florestas de baixadas. É considerada uma das poucas áreas onde as aves em reprodução não sofrem perseguição de traficantes. A maior população reprodutora em São Paulo está na Ilha Comprida, entretanto a captura de filhotes por traficantes é alta. Na Ilha do Cardoso, considerada uma das poucas áreas onde a espécie está protegida a população foi estimada em aproximadamente 100 indivíduos. (Martuscelli 1995)

 

Ecologia

 

Matas de baixada, mangues, áreas alagadas (BirdLife International 2000). Nidifica em ilhas florestadas na baía de Paranaguá, PR.

 

Ameaças

 

Captura para o tráfico de animais de estimação. Perda do hábitat. (BirdLife International 2000). Ocupação imobiliária da Ilha Comprida, favorecendo sua captura via estradas recém-abertas (Willis & Oniki 1992a).

 

Medidas tomadas

 

Indicadas seis áreas-chave para sua preservação no Estado (Wege & Long 1995).

 

Medidas propostas

 

Nível de ameaça

 

São Paulo (1998): Criticamente em Perigo.

Brasil (IBAMA): Vulnerável.

 

Preservação ex-situ

 

A criação e reprodução em cativeiro é possível (Kawall 1987), mas é uma das espécies de Amazona ainda não estabelecidas na avicultura (Moraton 2002).